Must have é a expressão para a nova bolsa da Dior.


As marcas internacionais são mundialmente conhecidas e cobiçadas, mas o que nem todas as consumidoras sabem é que seu maior lucro  está nos acessórios.


Posso dar de exemplo a Chanel, – a coleção de roupas passa muito longe dos lucros dos perfumes  e  quase todas e tdos sim,  ao verem conhecem uma bolsa da chanel, seja pelo CC incrustado na fivela de fecho ou até mesmo o fecho mademoiselle, reconhecem, esta logo hoje chegou ao pantamar cultural.


A sola vermelha, é de quem? Louboutin.


Não são todos que sabem: o tweed foi inventado pela Chanel, o dono do new look é Christian Dior, a over the knee era sapato de drag queen, o adidas superstar foi criado para jogar basquete… A lista seria interminável de criações e suas modificações de criação, uso, modismo e cultura.


Conhecemos aquilo que é usado em demasia, que aparece mais, que está nos holofotes.


Um exemplo grande disso é a passarela do mundo: O STREETSTYLE.


Aposto que assim como eu, você, leitora e leitor, já cansou de clicar na fotinho do instagram de alguma blogueira, celebridade, sub-celebridade, modelo ou estilista e viu alguém com uma calça Zara, casaco Forever21, bolsa Chanel, sapato Valentino e óculos Céline? Se você nunca viu isso e trabalha com moda, mude de profissão.


Chamado de hi-lo é mix de roupas baratas com caras. Mas não é esse o ponto. Você pode ver uma pessoa com calça jeans, camiseta branca, você irá reconhecer a marca da calça e da camiseta? NÃO! Se a camiseta gola “V” for da Renner ou da Versace, você não irá perceber. Mas se a bolsa for da chanel e o sapato Louboutin, NÃO PASSARÁ DESPERCEBIDO.


Porque as marcas usam tanto a imagem das pessoas para o marketing? Porque vende, vira objeto de desejo, vira MUST HAVE.


E é isso que a nova bolsa da Dior é: MUST HAVE.


Não acho que hajam cópias diretas, mas sim inspirações, a Diorever é uma tote, estruturada com o fecho novo da marca, onde a frente dela pode servir de fecho ou ser posta para dentro deixando uma cavidade na parte de cima, em três tamanhos, a nova Diorever segue a linha de tote, middi e mini bag.


Porque eu digo inspirações, a bolsa me lembrou levemente a clássica Birkin, da Hermès.


A estrela da campanha é a queridinha da Dior, talento de hollywood sem papas na lingua, Jennifer Lawrence.


A bolsa vai de US$3000 à US$3900.