Em tempos onde todos estamos “caçando” o diferente, lutando por um diferencial e tentando fazer a diferença, eis que surgem as alças personalizadas.


Nos desfiles de setembro do ano passado, Spring 2016, não dei muita bola, embora tivesse me chamado muito a atenção quando a blogueira brasileira Thassia Naves usou em Paris, uma bolsa da Fendi – a pekaboo – com a alça super larga e em material diferente da bolsa.


Fendi 2 – Spring 16 (setembro 2015)


A Pekaboo feita box preto, tinha a alça em píton orginal e muito mais larga do que a alça normal da bolsa.


Há cinco meses atrás a Fendi foi a única marca a implantar a novidade nas passarelas, além de alças em materiais diferentes, várias bolsas tinham as alças em cortes geométricos e pedras bordadas.


No lançamento do Fall 2016 da Schutz Shoes, vi que a bolsa da coleção está estruturada, em três tamanhos e com a alça larga, em material diferente, porém na mesma cor.


Schutz 2 – Fall 16


A proposta da Fendi desde o penúltimo desfile é transformar a alça em um novo acessório, vendida separadamente, para você “montar a sua bolsa”.


Nos desfiles de Fall 2016, de Milão e Paris, vemos fortemente a alça larga em diversas marcas.


Incontestável o fato de que uma alça larga fica extremamente mais confortável, porém antes pesava o visual, nessa temporada ela foi anexada de maneira sofisticada e trend, seja a alça bordada, lisa, estampada, em material diferenciado, com ilhós…


Além de bolsas, sapatos, jóias, chapéus, parece que temos um novo acessório: alças de bolsas.